Unidade: Hospital São Bento Menni

Visualizações: 79

Cinematerapia

Quando os irmãos Lumière, estabeleceram as bases para o que hoje, então conhecemos como cinema, estavam eles não só criando a sétima arte, más também abrindo as portas para o compartilhamento de diferentes aspectos da vida humana. Até então as artes, em geral, eram capazes de transmitir sentimentos, conhecimento, ideias etc de formas magnificas. Entretanto o cinema foi capaz de unificar vários tipos de artes com por exemplo a música, a literatura e o teatro e transportar-nos, enquanto espectadores noturnos, a um mundo onde histórias e sonhos são capazes de nos emocionar, sorrir, inspirar e refletir sobre nossos dilemas mais profundos.

A psicologia, enquanto ciência e pratica de saúde, tem se valido muito bem do cinema como instrumento psicoterapêutico. A partir de hoje inauguraremos, dentro deste contexto, uma serie onde serão sugeridos filmes que possam inspirar e fazer-nos mergulhar dentro do mundo onírico do cinema e de nós mesmos. Então prepare a pipoca que a sessão já vai começar.

 A procura da felicidade

Neste tocante filme, inspirado em uma história real, Chris Gardner (Will Smith) é um homem com sérios problemas trabalhistas, financeiros e familiares. Incapaz de manter seu casamento ele se vê separado de sua esposa e com a responsabilidade de cuidar de seu filho Christopher (Jaden Smith). Forçado a viver nas ruas Chris, luta para manter sua relação com Jaden, enquanto luta para conquistar um emprego que possibilite sair daquela situação.

Dica: Observe a resiliência de Chris ao enfrentar dificuldades. Para tal Chris mantem sua auto-confiança e determinação em níveis maiores do que as dificuldades. Atente-se para sua habilidade em manter sua referência paterna com seu filho Chris e como isto se torna um motor para suas realizações.

Reflita: em tempos difíceis, como os atuais, o que podemos fazer para manter nosso otimismo, determinação e habilidades sociais para encontrarmos a felicidade?

 

GALERIA: